Quanto tempo dura o período de contágio?

febre amarelaContamos-lhe o tempo de incubação das doenças mais comuns entre as crianças, para evitar que a transmitam aos outros pequenos.

Desde que uma criança entra em contato com o microorganismo causador da doença até que se cura e o elimina do seu organismo, passa um tempo que convém conhecer. Não só por saber quanto tempo levará o pequeno em entrar bem, também porque, assim, você pode evitar que transmita a infecção a outras crianças e adultos.

Diferenças entre incubação e contágio tempo que passa desde que o germe entra no organismo até que aparecem os primeiros sintomas da doença é conhecido como período de incubação. Nesta fase o seu pequeno está aparentemente saudável.
O tempo durante o qual a criança que sofre de uma doença infecciosa, pode contaminar a outra pessoa é chamado de período de contágio.

doenças de verão dengueQuanto tempo dura?

Esse período costuma durar, desde que começam a se manifestar os primeiros sintomas até o início do tratamento até a cura, mas há exceções.
Em algumas doenças como a hepatite, o período de contágio começa alguns dias antes, termina muito depois (mononucleose, salmonella..), quando o doente parece já curado.
Verificamos que você tem bloqueador de publicidade. Trabalhamos para oferecer a melhor e mais completa informação sobre animais de estimação. Vamos continuar a fazê-lo.

Meu filho nasceu com 37 semanas e pesava 2.100 gramas. Me comentaram que muitos prematuros têm propensão a sofrer de certas doenças, como a diabetes tipo 2, é verdade? 14/04/2009 –

Dizemos que uma criança é prematuro quando antes das 37 semanas, portanto, seu filho nasceu no limite.

Os prematuros têm o risco de desenvolver algumas doenças, por causa da imaturidade de seus órgãos. Quanto mais baixos de peso nascem, menor é o amadurecimento de seus órgãos.
Seu filho corre o risco de sofrer de problemas nos brônquios que afetam os pulmões , já que são menos desenvolvidos do que os de uma criança que tenha nascido em seu tempo. Durante os primeiros meses de vida, tenta evitar os contágios catarros já o bebê tem facilidade para sofrer uma bronquiolite

Também são crianças mais propensos a quedas bruscas de temperatura porque seu centro termorregulador cerebral é imaturo.
Quanto à diabetes tipo 2, não precisa de se preocupar. Um bebé prematuro não é mais propenso a sofrer desta doença que outro que tenha nascido com mais peso. Na diabetes, existe um fator hereditário que é mais importante do que o peso do bebê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *